É tempo de sermos nós, cidadãs e cidadãos, a avaliar o memorando, o governo e a troika

A Troika está em Portugal para avaliar pela sétima vez o cumprimento do Memorando de Entendimento. O agravamento da crise social, as sucessivas revisões em baixa do crescimento económico e as revisões em alta do desemprego e da dívida pública, demonstram que o memorando falhou.

No entanto, não serão certamente estes os resultados da avaliação agora em curso. Julgando em causa própria, os responsáveis do FMI, da Comissão Europeia, do BCE e do governo concluirão, uma vez mais, que o falhanço da austeridade deve ter como resposta ainda mais austeridade. Alterações pontuais das metas orçamentais e das condições do empréstimo internacional não resolvem os problemas fundamentais do país, mas servirão para justificar mais cortes nos salários, nos direitos sociais e nos serviços públicos.

O Congresso Democrático das Alternativas apela a todos os seus apoiantes e activistas para que participem nas manifestações que se irão realizar em várias cidades do país, no próximo sábado, dia 2 de Março. O Congresso marcará presença nas manifestações em vários pontos do país. Convidamos todos os apoiantes e activistas do Congresso a juntarem-se a nós nos desfiles (ponto de encontro em Lisboa: Hotel Fénix, junto ao Marquês de Pombal, às 15h30).

No dia seguinte, domingo, 3 de Março, o Congresso Democrático das Alternativas organiza no Porto a iniciativa O PAÍS AVALIA A TROIKA: DOIS ANOS DE MEMORANDO, CONSEQUÊNCIAS PARA O PAÍS. Recolhendo o contributo de especialistas e abrindo o debate à sociedade, procura-se com  esta iniciativa proceder a um juízo crítico e rigoroso sobre as reais consequências para Portugal de dois anos de aplicação do memorando, nomeadamente no aumento da pobreza, das desigualdades e do desemprego, na fragilização das relações de trabalho, nos retrocessos na saúde e na educação, nas violações dos direitos sociais e constitucionais, na destruição da economia, no aumento da dívida, no estrangulamento orçamental, nos custos ambientais.

Horas e locais das manifestações

Aveiro
Barcelona
Beja
Boston
Braga
Castelo Branco
Caldas da Rainha
Chaves
Coimbra
Covilhã
Entroncamento
Évora
Faro
Funchal
Guarda
Horta
Leiria
16h
17h
16h
18h
15h
16h
14h
16h
15h
15h
16h
16h
16h
16h
16h
10h
16h
Estação CP
Consulado de Portugal
Largo do Museu
Boston Public Library
Avenida Central
Pr. do Município
Pr. 25 de Abril
Largo das Freiras
Pr. da República
Pr. do Município
Estação CP
Pr. do Giraldo
Largo do Carmo
Pr. do Município
Pr. Velha
Pr. da República
Fonte Luminosa

Lisboa
Londres
Loulé
Marinha Grande
Paris
Ponta Delgada
Portalegre
Portimão
Porto
Santarém
Setúbal
Tomar
Torres Novas
Viana do Castelo
Vila Real
Viseu
16h
15h
16h
15h
15h
15h
16h
16h
16h
15h
16h
15h
14h
15h
16h
16h
Marquês de Pombal
Embaixada de Portugal
Pr. da República
Parque da Cerca
Consulado de Portugal
Largo 2 de Março
Pr. da República
Pr. M. Teixeira Gomes
Pr. da Batalha
Pr. Alves Redol
Largo José Afonso
Jardim do Colégio
Pr. 5 de Outubro
Pr. da República
Câmara Municipal
Jardim Santa Cristina