VENCER A CRISE COM O SERVIÇO NACIONAL DE SAÚDE

Realizou-se no dia 6 de Abril, em Lisboa, o Debate VENCER A CRISE COM O SERVIÇO NACIONAL DE SAÚDE, iniciativa preparatória da Conferência VENCER A CRISE COM O ESTADO SOCIAL E COM A DEMOCRACIA.

A consagração do direito constitucional à saúde e a criação do Serviço Nacional de Saúde (SNS), de acesso geral e universal, permitiram ganhos nos principais indicadores de saúde que são justamente considerados das conquistas mais importantes do Portugal democrático. Agora que o país empobrece à força de decretos de austeridade, o Governo pretende substituir este serviço público por um sistema minimalista de cuidados de saúde, progressivamente seletivo na sua prestação, desvalorizado pelos cidadãos com mais rendimentos e com missão assistencialista e residual. Ao mesmo tempo, inicia uma clara transferência dos recursos do SNS para outros setores e são criados incentivos para os cidadãos deixarem de recorrer ao serviço público.

No contexto de crise que vivemos, é fundamental garantir a universalidade de acesso aos cuidados de saúde e a utilização dos recursos de forma a prestar serviços de qualidade. É urgente envolver os cidadãos no debate sobre a centralidade do SNS para o fortalecimento da coesão social e para o crescimento económico. É imprescindível encontrar os denominadores comuns que possibilitem a construção de alternativas políticas de governação alicerçadas num SNS mais forte e mais qualificado.




Abertura - Guadalupe Simões
Painel 1 O SNS QUE CONSTRUÍMOS
Mário Jorge Neves (pdf 98 KB, vídeo 16:06), Cipriano Justo (pdf 1.6 MB, vídeo 28:59), Maria Augusta Sousa (pdf 1.2 MB, vídeo 18:58) e Cristina Paixão (moderadora).
Painel 2 A ECONOMIA DO SNS
Pedro Lopes Ferreira (pdf 8.3 MB, vídeo 20:00), Ana Sofia Ferreira (pdf 876 KB, vídeo 28:19), José Aranda da Silva (pdf 3.2 MB, vídeo 25:15) e Ana Costa (moderadora).
Painel 3 PROPOSTAS PARA O FUTURO
Constantino Sakellarides (pdf 590 KB, vídeo 25:42), António Rodrigues (pdf 8.4 MB, vídeo 16:29), Correia da Cunha (pdf 3.4 MB, vídeo 18:23), Isabel do Carmo (pdf 2.8 MB, vídeo 24:23), Tiago Correia (pdf 14.6 MB, vídeo 21:11) e Cristina Andrade (moderadora).
Encerramento - Manuela Silva (pdf 102 KB)

Encerramento - Manuela Silva (pdf 102 KB)
"O Serviço Nacional de Saúde tem que ser uma prioridade coletiva, centrado nas pessoas e na comunidade, baseado em princípios de igualdade no acesso, de qualidade de cuidados, de prevenção de doenças e de promoção da saúde, com financiamento plurianual e com um orçamento adequado às necessidades de funcionamento e de investimento."