Na Grécia, como na Europa, deixem-nos decidir!


Na Grécia, como em Portugal ou em Espanha, 2015 será o ano em que esta política pode ser julgada em eleições legislativas. A democracia coloca aos cidadãos o direito e o dever de fazer escolhas livres e aos partidos políticos a missão de apresentarem programas com caminhos alternativos.
É inadmissível que, ao longo dos últimos meses, se venham multiplicando declarações de responsáveis das instituições europeias, incluindo comissários europeus, sobre o processo eleitoral na Grécia, carregadas de ameaças mais ou menos veladas, com as quais procuram condicionar as escolhas que só os gregos podem tomar.

Tais declarações violam o dever de neutralidade a que estão vinculadas todas as instituições europeias e respectivos titulares, dever esse consagrado no direito comunitário. Estas tentativas de ingerência agravam a crise de legitimidade democrática e o descrédito dessas instituições.


Intervenção de José Castro Caldas


Intervenção de José Manuel Pureza


Intervenção de Duarte Cordeiro


Intervenção de Pezarat Correia

Na Grécia como na Europa, deixem-nos decidir!

Carta subscrita por 222 personalidades de diversas áreas políticas, sociais e culturais entregue por uma delegação composta por Ana Drago, Helena Roseta, Henrique de SousaJoão Mineiro, João Ricardo Vasconcelos, Manuela Graça, Nuno Fonseca e Ricardo Paes Mamede, na Representação da Comissão Europeia em Portugal (Centro Jean Monnet) esta quarta-feira, dia 21:

No próximo dia 25 de Janeiro realizam-se eleições na Grécia, país que vive uma gravíssima crise humanitária provocada por um programa de austeridade. O desemprego e a pobreza aumentaram para níveis insustentáveis e assiste-se ao colapso das instituições fundamentais do seu Estado Social. O programa previa uma estabilização da dívida em 2012, seguida de um decréscimo sustentado, mas a dívida pública em percentagem do PIB em 2014 estava mais de 30 pontos percentuais acima do inicialmente previsto e continua a subir.

Portugal e outros países da União Europeia também sofreram as consequências desastrosas de políticas de austeridade, que falharam em toda a Europa. No entanto, a Comissão Europeia nunca realizou um balanço crítico das políticas que impôs. Na Grécia, como em Portugal ou em Espanha, 2015 será o ano em que esta política pode ser julgada em eleições legislativas. A democracia coloca aos cidadãos o direito e o dever de fazer escolhas livres e aos partidos políticos a missão de apresentarem programas com caminhos alternativos.

É inadmissível que, ao longo dos últimos meses, se venham multiplicando declarações de responsáveis das instituições europeias, incluindo comissários europeus, sobre o processo eleitoral na Grécia, carregadas de ameaças mais ou menos veladas, com as quais procuram condicionar as escolhas que só os gregos podem tomar. Tais declarações violam o dever de neutralidade a que estão vinculadas todas as instituições europeias e respectivos titulares, dever esse consagrado no direito comunitário. Estas tentativas de ingerência agravam a crise de legitimidade democrática e o descrédito dessas instituições.

Nós, cidadãos portugueses e europeus abaixo-assinados, repudiamos qualquer tentativa de chantagem ou condicionamento das escolhas da democracia. Exigimos respeito pelas opções dos cidadãos gregos, como exigiremos respeito pelas nossas. Porque sem democracia não haverá saída para a crise, dizemos: DEIXEM-NOS DECIDIR!

Nome
Profissão/actividade
Abílio Hernandez Cardoso
professor universitário aposentado
Alan David Stoleroff
professor, ISCTE-IUL
Alberto Midões
médico
Alexandre Abreu
economista
Alexandre Alves Costa
professor catedrático emérito da FAUP
Américo Monteiro
sindicalista
Ana Bastos
bolseira de investigação
Ana Benavente
professora
Ana Costa
economista e professora universitária
Ana Drago
socióloga
Ana Estevens
geógrafa
Ana Margarida de Carvalho
escritora e jornalista
Ana Olímpia Brito
docente do Ensino Superior
Ana Pires
geógrafa
Ana Rita Ferreira
politóloga
Anabela Delgado
professora e sindicalista
André Barata
professor universitário
André Freire
Politólogo e professor universitário
Andreia Peniche
coordenadora editorial / feminismo
Ângela Guimarães
professora universitária aposentada
António Avelãs
professor/sindicalista
António Borges Coelho
historiador
António Cardoso Ferreira
médico e dirigente associativo
António Carlos dos Santos
professor
António Chora
técnico de manutenção e coordenador CT Autoeuropa
António Eduardo Pinto Pereira
engenheiro
António Laúndes
sociólogo
António Lima
sindicalista
António Loja Neves
jornalista
António Medeiros
sindicalista
António Pedro Vasconcelos
realizador
António Pinho Vargas
compositor
António Suspiro
médico
Arnaldo Carvalho
músico
Belandina Vaz
professora e dirigente sindical
Bernardino Aranda
livreiro
Boaventura Sousa Santos
director do Centro de Estudos Sociais
Bruno Maia
médico
Carlos Fragateiro
professor universitário
Carlos Trindade
sindicalista da CGTP
Cipriano Justo
médico
Cláudia Joaquim
economista
Conceição Nogueira
professora universitária
Constantino Sakellarides
médico e prof. catedrático jubilado de políticas de saúde
Cristina Andrade
psicóloga e ativista contra a precariedade
Daniel Oliveira
jornalista
Daniel Sampaio
médico e professor universitário
Deolinda Fernandes
educadora de infância e sindicalista
Diana Vieira de Campos Almeida
professora universitária
Duarte Cordeiro
economista e vereador na CML
Eduardo Maia Costa
juiz
Eduardo Vítor Rodrigues
presidente da Câmara de Vila Nova de Gaia e professor universitário
Eugénia Pires
economista
Eugénio Rosa
economista
Fernando Bessa Ribeiro
professor
Fernando dos Reis Condesso
professor catedrático da Universidade de Lisboa
Fernando Jorge
sindicalista
Fernando Pereira Marques
investigador e professor universitário
Fernando Vicente
engenheiro
Filipa Vala
bióloga e investigadora
Filipe Rosas
geólogo e professor universitário
Filomena Pereira
médica
Francisco Louçã
economista e professor universitário
Francisco Rodrigues
sindicalista
Glória Soares
operadora de loja e sindicalista
Graça Sousa
professora e sindicalista
Guadalupe Simões
enfermeira e sindicalista
Guida da Ponte
médica e sindicalista
Guilherme da Fonseca Statter
sociólogo do trabalho
Gustavo Behr
jurista
Gustavo Cardoso
professor e investigador
Heitor Sousa
economista
Helena Dias
jurista
Helena Roseta
arquitecta
Hélio Samorrinha
consultor comercial
Henrique Barroso
linguista (professor auxiliar da Universidade do Minho)
Henrique Botelho
médico
Henrique de Sousa
investigador de Ciência Política
Hugo Dias
sociólogo
Hugo Esteves
médico e docente universitário
Hugo Mendes
sociólogo
Inês Barbosa
bolseira de investigação
Inês de Medeiros
deputada
Isabel Castro
membro do Conselho Editorial do Green European Journal
Isabel do Carmo
médica
Isabel Moreira
deputada
Isabel Tadeu
funcionária pública
Joana Campos Louçã
investigadora
Joana Lopes
doutorada em Filosofia
Joana Villaverde
artista plástica
João Afonso
vereador da Câmara Municipal de Lisboa
João Aguiar Coelho
administrador hospitalar e docente universitário
João Cravinho
economista
João Lavinha
investigador em Ciências da Saúde
João Lopes
sindicalista
João Lourenço
animador social e ex-sindicalista
João M. Almeida
químico
João Mineiro
sociólogo e dirigente estudantil
João Oliveira
investigador
João Paulo Avelãs Nunes
historiador e professor universitário
João Paulo Saraiva
engenheiro
João Ricardo Vasconcelos
gestor de projectos
João Semedo
médico e deputado
João Teixeira Lopes
sociólogo e professor universitário
João Vasconcelos Costa
investigador aposentado
João Veloso
professor FLUP e presidente da Ass. Portuguesa de Linguística
Jorge Espírito Santo
médico
Jorge Leite
professor universitário (jubilado)
José Alberto Pitacas
economista
José António Faria Pinto
sindicalista
José Boavida
médico
José Castro Caldas
economista e investigador
José Cavalheiro
professor universitário aposentado
José Fonseca
investigador
José Gigante
arquiteto e professor universitário
José Guilherme Gusmão
economista
José Luís Albuquerque
economista
José Manuel Pureza
jurista e professor universitário
José Neves
historiador
José Orvalho
professor universitário especialista - ISEC
José Paiva
artista plástico e diretor da FBAUP
José Reis
professor universitário
José Soeiro
sociólogo
José Vitor Malheiros
consultor
Júlia Vale
professora e sindicalista
Julian Boal
doutorando em serviço social
Lancie de Sousa
médico e sindicalista
Lúcia Gomes
advogada
Luís de Miranda Correia
professor catedrático emérito
Luís Fazenda
deputado
Luís Miguel Gonçalves
sindicalista
Luís Monteiro
ativista estudantil
Luís Moutinho
professor universitário
Luís Trindade
professor
Luís Urbano
produtor cinematográfico
Luísa Costa Gomes
escritora
Luiz Gamito
médico
Luiza Cortesão
professora catedrática jubilada da Universidade do Porto
Mafalda Serrasqueiro
vice-presidente da YES (Jovens Socialistas Europeus)
Mamadou Ba
activista e dirigente do SOS-Racismo
Manuel Alegre
escritor
Manuel António Ferreira da Silva
professor universitário
Manuel Branco
professor
Manuel Brandão Alves
professor
Manuel Carlos Silva
professor universitário e sindicalista
Manuel Carvalho da Silva
professor universitário e Investigador
Manuel Freire
músico
Manuel Pereira dos Santos
professor universitário e sindicalista
Manuela Graça
sindicalista
Manuela Mendonça
professora e sindicalista
Manuela Silva
médica psiquiatra
Manuela Tavares
investigadora em EMGF
Marco Marques
ativista da Associação de Combate à Precariedade - Precários Inflexíveis
Margarida Chagas Lopes
investigadora
Margarida Neves Pereira
jornalista
Maria Alice Nobre
médica psiquiatra
Maria Augusta Sousa
enfermeira
Maria da Conceição Gromicho Pereira
médica
Maria da Paz Campos Lima
socióloga e professora universitária
Maria do Mar Pereira
professora universitária
Maria Eduarda Gonçalves
professora universitária
Maria José Casa-Nova
docente da Universidade do Minho
Maria Manuel Rola
designer de comunicação, precariedade
Maria Manuela Silva
professora universitária aposentada
Mariana Avelãs
tradutora
Mariana Mortágua
economista
Mariana Trigo Pereira
economista
Mário de Carvalho
escritor
Marisa Matias
socióloga e eurodeputada
Martins Guerreiro
militar de Abril
Miguel Cardina
investigador
Miguel Real
escritor, ensaísta e professor de filosofia
Nádia Sales Grade
comunicação
Nuno Balacó
sindicalista
Nuno David
professor universitário
Nuno Fonseca
designer gráfico
Nuno Moniz
investigador
Nuno Serra
geógrafo e doutorando em economia
Nuno Teles
economista
Nuno Teotónio Pereira
arquitecto
Octávio Teixeira
economista
Olinda Lousã
sindicalista
Óscar Antunes
técnico de manutenção e sindicalista
Paula Oliveira
médica
Paulo Coimbra
doutorando em Economia
Paulo Fidalgo
médico
Paulo Granjo
antropólogo
Paulo Ralha
sindicalista
Pedro Delgado Alves
jurista e eeputado
Pedro Nuno Santos
economista e deputado
Pilar del Rio
presidente da Fundação José Saramago
Raquel Freire
cineasta
Raul Lopes
professor universitário
Renato Miguel do Carmo
investigador
Ricardo Paes Mamede
economista e professor universitário
Rita Garrido
médica
Rogério Brito
democrata
Rogério Roque Amaro
economista e professor do ISCTE
Rosa Silva
monitora e sindicalista
Rui Caleiras
sindicalista
Rui Martins
sindicalista
Rui Tavares
historiador
Rui Trindade
professor Universidade do Porto
Sandra Monteiro
jornalista
Sandra Paiva
Estatística e Gestão de Informação
Sérgio Manso Pinheiro
geógrafo e funcionário público
Sérgio Monte
sindicalista
Sérgio Vitorino
activista LGBT
Silvino Correia
sindicalista
Sofia Crisóstomo
farmacêutica
Sofia Roque
bolseira de investigação científica
Sónia Ribeiro
técnica de óptica e sindicalista
Teresa Medina
professora universitária
Teresa Salselas
assistente social
Teresa Villaverde
cineasta
Ulisses Garrido
sindicalista
Vanda Pacheco
socióloga
Vera Mantero
coreografa
Victor Cláudio
professor universitário e psicólogo
Viriato Soromenho Marques
professor universitário
Vítor Ferreira
advogado
Vítor Junqueira
economista
Vítor Sarmento
empresário
Vitorino Salomé
músico